Arquivo | Germinação RSS feed for this section

Fator RH e Tipagem sanguinea.

14 abr

“solicito uma inforamção, se um casal tem o mesmo fator sanguinio por ex. Rh A- x Rh A- a mae pode ter poblema na gravidez”

José bonifacio.

Olá, eu ja tinha respondido esta pergunta por email mas como ninguem se pronunciou de te-la recebido vamos lá!

Se é sua primeira gravidez, voce e o pai do bebe são Rh negativos, não tem com o que se preocupar, com incompatibilidade.

Caso o pai do bebe seja Rh positivo e você Rh negativo provavelmente o bebe herdará o tipo sanguineo do pai, neste caso voce pode fazer o exame de Combs . Esse problema e mais comum na segunda gestação.

Tratamentos:

Durante os cuidados pré-natais, o médico normalmente irá fazer medições que previnem uma mãe Rh negativa de desenvolver anticorpos em resposta ao sangue Rh positivo do feto.
Se os anticorpos estiverem presentes e for detectada anemia no feto, é realizada uma transfusão de sangue para substituir o suprimento de sangue do feto com sangue Rh negativo, que não será danificado pelos anticorpos que seu corpo criou. A transfusão é feita pelo cordão umbilical enquanto o feto ainda estiver no útero, começando nas 18 semanas ou mais de gestação. Este procedimento pode ser um pouco arriscado, portanto alguns cirurgiões preferem induzir um trabalho de parto prematuro. A transfusão de sangue então é administrada após o nascimento do bebê.

“Se eu pego 2 tipos de sangue diferentes (A e B) e coloco os antigenos referentes a cada. Os dois aglutinam.

como eu sei se é positivo?”

Murilo.

Individuos de tipagem sanguinea A possuem os antígenos (aglutinogênios) A e os anticorpos (aglutininas) Anti-B

B possuem os antígenos (aglutinogênios) B e os anticorpos (aglutininas) Anti-A.

Agora falando em Gravidez e Fator RH.

Se o Pai e positivo e a Mãe e Fh negativo o primeiro bebe^será Positivo, pois se trata de herança mendeliana dominante e requer cuidados.



Anúncios

Como o Fator RH Afeta a Gravidez??

3 fev

Como o sangue do bebê entra no meu sangue?

• Se você tiver uma gravidez ectópica, ou tubária
• Em caso de sangramento vaginal ou aborto espontâneo após 12 semanas de gravidez
• Na realização de exames invasivos como a biópsia do vilo corial ou a amniocentese
• Se você sofrer um forte impacto na barriga durante a gravidez

Durante o parto, é muito provável que seu sangue e o do bebê entrem em contato, especialmente em caso de cesariana, de um parto normal difícil ou de remoção manual da placenta.

É possível evitar a presença dos anticorpos anti-Rh?

Se você produzir os anticorpos uma vez, eles permanecerão para sempre no seu sangue, por isso é importante evitar que eles sejam produzidos. Felizmente é possível fazer isso com uma substância chamada imunoglobulina anti-D, que é dada na forma de injeção muscular, normalmente na coxa. Essa espécie de vacina age destruindo rapidamente qualquer célula do bebê que esteja na sua circulação, antes que você comece a produzir anticorpos. Isso significa que você não terá anticorpos que possam causar a eritroblastose fetal, nem nesta gravidez nem nas posteriores. A vacina anti-D vem sendo usada há muitos anos, e pode ser aplicada sempre que houver alguma possibilidade de sensibilização. Se você já possui os anticorpos (o que pode ser verificado num exame de sangue), não receberá a vacina, porque ela só tem utilidade para evitar a fabricação de anticorpos — não destrói os que já existam.

Como vou saber se tenho os anticorpos anti-RH?

Seu médico vai pedir um exame de sangue logo que você engravidar, para verificar a presença de anticorpos, e um novo exame por volta de 28 semanas de gravidez. Se forem detectados anticorpos, sua gestação será monitorada para detectar possíveis sinais de anemia no bebê.

O que acontece quando o bebê nasce?

Logo depois do nascimento, é realizado um exame de sangue no bebê para determinar o tipo sanguíneo e o fator Rh. A amostra de sangue é tirada do cordão umbilical.

Se o bebê for Rh positivo, você receberá outra injeção de imunoglobulina anti-D. Ela deve ser aplicada no máximo até 72 horas após o parto para que sua resposta imunológica não seja acionada. Seu sangue também será testado logo depois do parto para detectar a presença de anticorpos. Caso sejam encontradas grandes quantidades, pode ser necessária uma dose maior de imunoglobulina anti-D. Se o bebê for Rh negativo como você, a vacina não será necessária.

Se não tiverem sido tomados os cuidados de prevenção durante a gestação, o tratamento no bebê inclui transfusões de sangue.

Escrito para o BabyCenter Brasil

Aprovado pelo Conselho Médico do BabyCenter Brasil

Só dando uma geral.

Se é sua primeira gravidez, voce e o pai do bebe são Rh negativos, não tem com o que se preocupar, com incompatibilidade.

Caso o pai do bebe seja Rh positivo e você Rh negativo provavelmente o bebe herdará o tipo sanguineo do pai, neste caso voce pode fazer o exame de Combs . Esse problema e mais comum na segunda gestação.

Tratamentos:

Durante os cuidados pré-natais, o médico normalmente irá fazer medições que previnem uma mãe Rh negativa de desenvolver anticorpos em resposta ao sangue Rh positivo do feto.
Se os anticorpos estiverem presentes e for detectada anemia no feto, é realizada uma transfusão de sangue para substituir o suprimento de sangue do feto com sangue Rh negativo, que não será danificado pelos anticorpos que seu corpo criou. A transfusão é feita pelo cordão umbilical enquanto o feto ainda estiver no útero, começando nas 18 semanas ou mais de gestação. Este procedimento pode ser um pouco arriscado, portanto alguns cirurgiões preferem induzir um trabalho de parto prematuro. A transfusão de sangue então é administrada após o nascimento do bebê.

Dúvidas – mães de primeira viagem!

23 nov

Que gosto tem o leite?

O leite materno acompanha a sua alimentação. Se for mais doce o leite ficará mais doce, se for mais amargo ele ficar mais amargo. Não pensem que comendo coisas doces o bebê mamará mais por achar o gosto melhor, um recém nascido não sabe ainda o que é bom ou ruim! Se a mamãe comer muitos doces além de fazer mal para sua própria saúde, estará acostumando o bebe a comer apenas coisas adoçadas.

Pintar cabelo durante a amamentação ?

Poder pode, mas não exagerem, nesta época os nutrientes estão indo para o leite então cuidado !! Seu cabelo poderá estar bem fragilizado, várias mães contam que nesta época os cabelos caíam.

Tatuagem para grávidas ?

Não recomendo! Tatuar é perfurar a pele, e querendo ou não isso causa dor, a mãe sentindo dor, seu corpo reage, inclusive seu útero, causando contrações!! Então nada de tatuagem durante a gravidez, se quer fazer uma homenagem ao bebê espere ele nascer!

Alimentos proibidos durante a amamenteção!?

Tudo que comemos quando estamos grávidas vai para o bebê, e durante a amamenteção não é diferente! Lembre que o sistema digestivo do bebê ainda é imaturo e por isso é cercado de cuidados!

Nada de comer amendoins, castanhas, comidas apimentadas, bebidas gasosas, alcóolicas, nada de comida que dê gases como repolho ou feijão.

Choros noturnos?

Bebês também sonham, tem medo do desconhecido, lembre que antes o ambiente onde viviam era diferente do que vive agora, eles podem simplesmente se sentirem perdidos e sentir falta do apertadinho e quentinho de sua barriga!

Meu filhote teve muitos pesadelos, dormindo e chorando, hoje como já fala, dormindo ele nos chama e chora.

Posso colocar o ventilador  direto para o bebÊ?

Não, nunca devemos fazer isso! Nada de vento direto sobre o bebê!! Se ele estiver com calor, retire-o do berço coloque-o em sua cama, ou deixe-o no berço, tire os protetores deixe apenas o rolinho, troque a roupa dele, deixe-o só de fralda e com o cortinado. Mas nunca coloque vento direto no bebe!

Estou grávida, posso dirigir até que mês?

Isso é algo bem pessoal! Já vi gravidas de 8 meses montada numa moto! Eu não recomendo, mas cada um faz o que acha conveniente!

Grávidas e barrigudas, nesse trânsito louco de hoje eu não indico dirigir por causa do stress que temos no volante, além de sustos que podemos ter.

Mas se realmente tem que dirigir, veja se está confortável com o cinto, se os pés não estão inchando, e se sua barriga não fica comprimida no volante! barriga em cima do volante ou apertada, NUNCA!

Se eu tomar bebida alcoolica meu bebê dormirá melhor?

Não, mas isso vai influenciar  no futuro de seu bebê!

O álcool não é nada bom, faz o bebê ter complicações, até mesmo ficar raquítico, perder peso além de se viciar! Sim, os bebês se viciam em álcool, cafeína e remédios!


Falando em bebês o meu acorodu !!

Depois respondo mais perguntas….

Fator Rh – Negativo X Positivo.

3 nov

Um problema que pode acontecer é a incompatibilidade Rh entre o sangue matérno e o fetal.

Quando isso pode acontecer?

Quando o Rh da mãe é negativo, o Rh do pai é positivo e o Rh do bebê é positivo.
Se o Rh do bebê for igual ao da mãe, isto é, negativo, não ocorrerá nenhum problema. O que acontece é que as células vermelhas do bebê contendo a substância Rh+ entram na corrente sanguínea da mãe e funcionam como um antígeno, isto é, um corpo estranho; o organismo materno vai reagir produzindo defesas (anticorpos) contra o sangue do bebê.

A primeira gravidez sempre transcorre normalmente e o problema só aparece nas gestações seguintes. Assim, se mais tarde a mãe ficar grávida de novo o seu bebê for Rh+, as células vermelhas dele serão atacadas e destruídas pelos anticorpos criados na primeira gestação.
Se isso acontecer o bebê poderá nascer a Doença hemofílica Recém Nascido que tanto pode levar a uma icterícia leve como a uma anemia grave, algumas vezes fatal.
Se o Rh da mãe for negativo e do pai positivo ?

É como não é nada prático saber o tipo de sangue do bebê antes do nascimento, podemos realizar um teste no sangue da mãe para saber se houve passagem do sangue fetal para a corrente sanguínea da mãe. Esse teste se chama Teste de Coombs Indireto e deve ser realizado mensalmente a partir de 16 a 20 semanas de gestação.
Como evitar a sensibilização?
Toda mulher Rh negativo deve tomar num prazo máximo de 72 horas após o parto, uma vacina de imunogglobulina anti-Rh para prevenir a formação dos anticorpos anti Rh+ no seu sangue.
A vacina também deve ser aplicada depois de abortamentos, curetagens, amniocenteses e biópsias de vilo corial.
Nem todas as mulheres Rh- com bebês Rh+ tornam-se sensibilizadas mas, como médida de precaução, todas devem tomar a vacina de imunoglobina.

Cansada de acordar para amamentar?

30 out

Bem é um belo texto!

Eu o vi no orkut, e resolvi compartilhar!

Foi postado por:

♥ Camila Marçal Alvarez ♥

Querida mamãe,

Esta noite acordei estranhando o silêncio. Não havia barulho algum e pensei que
o mundo tinha até acabado e você esquecido de mim. Coloquei a boca no trombone e
você veio. Ainda bem!

Fiquei tão feliz no calor do seu peito que acabei pegando no sono antes de mamar
tudo o que precisava. Quando percebi que você ia me colocar no berço, chorei de
novo, mas não tente negar: você estava com pressa para ir dormir outra vez.

Você me deu de mamar novamente, assim, meio apressadinha e depois resolveu
trocar a minha fralda. Estava tudo tão calmo, um silêncio, nós dois juntinhos.
Estava legal e eu perdi o sono. Você até que foi compreensiva, mas começou a
bocejar e resolveu me fazer dormir. Eu não queria dormir. Talvez eu precisasse
de mais dez minutos, meia hora.

Mas você estava mesmo decidida a dormir. Foi ficando bem nervosa e até chamou o
papai. Eu não queria o papai e todos fomos ficando muito irritados. No final das
contas acordei a casa inteira cinco vezes. De manhã nossa família estava com
cara de quem saiu do baile. Acho que estraguei tudo.

Imagina, você chegou a dizer para o papai que eu estou com problema de sono. Eu
não! Você é que vem me dar de mamar com pressa e daí eu sinto que você não quer
mais ficar comigo.

Os adultos tem hora certa para tudo mas eu ainda não entendi essas de relógio e
tarefas estafantes que as pessoas grandes precisam fazer. Quando meu corpo está
com o seu, quero ficar do seu lado sem me separar nunquinha. Do alto dos meus
três meses ainda não descobri direito que você é uma pessoa e eu sou outra.
Um dia, eu vou sair por aí, vou saber telefonar e posso lhe deixar doida para
saber o que ando fazendo e então você vai entender como me sinto agora. Mas não
precisamos dessa guerra mamãe. Até lá já poderemos nos entender inclusive
através das palavras.

Sinto a angústia da separação, pois terminei de viver uma
das grandes. Você também, mas vive tudo isso como adulta consciente. Eu ainda
vivo no inconsciente.

Por enquanto nossa comunicação direta fica restrita aos nossos sentimentos
inconscientes. Eu não sei nada, tudo é novo para mim. Você pode até achar que
não sabe nada e que tudo é novo para você, mas eu vou aprender o que você me
ensinar através da sua sensibilidade, dos seus sentimentos em relação a mim.

Sabe, mamãe, se você quer um conselho, vou dar: quando eu chorar à noite, não
salta logo para meu berço desesperada, como se o mundo fosse acabar. Espere um
pouquinho, respire profundamente, ouça o meu choro até que ele atinja o seu
coração. Sinta seu tempo, realmente acorde e venha me pegar. Me abrace devagar,
não acenda a luz, fale bem baixinho e me dê o seu peito para eu mamar. Depois
que eu arrotar, mais um pouco só de paciência, pois nós, bebês, somos muito
sensíveis aos sentimentos dos adultos, especialmente os da mamãe. Se eu sentir
que você está com pressa, sou capaz de armar o maior barraco, mas se você
esperar até o meu segundo suspiro, quando meus olhos ficarem bem fechados,
minhas mãos e pernas bem molenguinhas, aí sim pode me colocar de volta no berço
que eu não acordo antes de sentir fome outra vez.

Conforme você for desenvolvendo sua paciência mamãe, eu estarei desenvolvendo
minha tranqüilidade e nós não teremos mais noites infernais; apenas noites de
mamãe/bebê, que um dia passam, como tudo na vida.

Sempre seu,
Gu-gu dá-dá!

Como fazer nosso bebe dormir?

28 out

Bem até hoje esté foi um dos assuntos que mais rendeu, O sono de nossos bebês!

Pelo que já li de vocês mesmos essa é a grande preocupação, como fazê-los dormir nos primeiros meses de vida!

A primeira coisa que vocês têm que passar para seus filhos é a segurança, uma mãe segura passa toda a segurança que o filho precisa para relaxar. Não deve ser fácil para quem sempre dormiu à noite toda sem ninguém incomodar, mas agora é diferente, o bebê precisa de você  mais do que qualquer coisa neste mundo!

Os Pais são de extrema importância na adptação da criança em sua vida out utero, para ajudar as mães em TUDO que precisarem, TUDO eu quero dizer TUDO mesmo! Se a mamãe pediu para trocar a fralda enquanto ela toma banho pergunte como se faz e troque, porque o filho tambem é seu!

Vamos por partes!

Você está na maternidade, seu bebê nasceu !

Como foi a primeira dormida dele?

Comece a observar seu filhote daí! Isso é claro se seu bebê dormiu com você e não em um berçário!

Estão em casa, Como é o ambiente?

Se muito ruidoso coloque musica para abafar o ruído, musicas contínuas e calmas nada de extravagante!

Um ruído contínuo como o de um ventilador  ajuda a acalmar alguns bebês.

Tem bebês que logo cedo se interessam por mobiles, use isso a seu favor!

Calor ou frio? Observe!

Meu filho é bem calorento, não adianta ele dormir todo vestidinho de pijaminha se ele não se sente bem isso causa um sono bem turbulento!

Se seu bebê está suando coloque roupas frescas, nada de escutar os mais velhos que dizem que todo recém nascido precisa ficar bem agasalhado isso não é verdade!

Luvinhas, sapatinhos e bodies de plush são lindos mas só na teoria! Nem todo bebê gosta disso, ou se dá bem com alguns materiais! Roupinhas de lã e tricô nem pensar! Coça muito bebes são hiper sensíveis!

Opte por algodão!

Já o frio e mais complicado de observar? Não !

Coloque a mão sobre seu bebe se sentir a pele dele fria, cubra-o!

O melhor que temos que fazer e comprar um termômetro para ambiente  e  colocar  no  berço , claro que não podemos deixar ao alcance do bebê.

Bem até agora já descartamos a possibilidade dele está com frio, com calor, o ambiente está ruidoso…

Que tal vermos como está a fralda!

Está limpa e seca? Se Sim, veja se não está muito apertada, nunca coloque a fralda acima do umbigo! Ela deve estar  bem no pezinho da barriga! E frouxa o suficiente para caber pelo menos 2 dedos seus nela sem força!

Fome? Seu bebê mama?

Para as mamães que dão de mamar e querem saber se seu bebê está chorando por fome é bem simples, com o dedo limpo (Claro tudo que entrar em contado com o bebê deve estar bem limpo!), encoste na bochecha do bebê, se ele virar  como se estivesse procurando algo é porque está com fome!

Eu sei que ficar sentada de madrugada é bem cansativo, principalmente quando são noites e noites, então para ficar bom para você é o bebê, sente-se na cama, pelo menos se você cochilar o bebê não vai cair! Ou se preferir dê de mamar deitada até seu filho dormir,  quando ele dormir o coloque  no berço!

Não tem como saber quanto o bebê mamou, isso é fato, mas você pode marcar no relógio o tempo que mamou em cada seio para depois fazer a troca!

Cólicas, Uíii!

Normalmente é isso até os 3 primeiros meses, como ele está se adptando a alimentação via oral é  complicado!

Não tem como passar 100% das cólicas mas ameniza para eles pelo menos dormirem!

Compressa com paninho morno, massagem abdominal com óleo mineral morninho, colocar o bebê sobre sua barriga para estimular os movimentos intestinais dele (bem esse método eu nunca acreditei) Kewber já ficou várias vezes com o Josh sobre ele e não deu em nada rs.

Anh toda massagem é no sentido do relógio!

Coloque seu bebê para arrotar, mesmo que já tenha arrotado, uma cólica pode ser apenas gases querendo sair!

Coloque seu bebê deitado de barriga pra cima, dobre seus joelhinhos sobre sua barriga por alguns instantes, isso ajuda os gases a acharem uma saída!

Lembrem-se, Nenhum bebe é igual ao outro, o que temos que fazer e testar qual “técnica” se adapta ao seu filho, não existe forma milagrosa, o que precisamos ter é o conhecimento de nossos bebês!

Com o tempo todas as novas mamães vão perfeitamente distingüir um choro de cólica de um choro de fome, ou de calor!

MEU BEBÊ NÃO DORME, O QUE FAZER?

15 out

Dicas para seu bebê dormir bem:
• Assim que os pais se sentirem seguros – em geral no final do primeiro mês – o bebê deve ser acomodado no quarto dele. Ainda que possa parecer difícil, melhora o sono dos pais, dá maior conforto à criança e é fundamental para que aprenda a dormir sozinha.
• O quarto deve ser tranquilo, ensolarado (principalmente pela manhã) e arejado. À noite, deixe-o no escuro e em silêncio. Use uma luz fraca apenas para a troca de fraldas ou quando for amamentar.
• Evite escurecer o quarto durante o dia. Deixe o bebê dormir com a luz natural e não adote a política do silêncio absoluto na casa. Durante o processo de aprendizado das diferenças entre dia e noite, é bom que ele se familiarize com os sons da rotina doméstica.
• Vista a criança de forma confortável, cobrindo inclusive as extremidades, porque pés e mãos ficam mais frios que a parte central do corpo. Lembre-se de que bebês perdem calor mais rápido que adultos, por isso tente manter o quarto em uma temperatura constante e agradável (nem muito quente durante o dia, nem muito frio à noite).
• No início, quando ainda se mexe pouco, procure colocá-lo deitado do lado direito, com as costas apoiadas em um travesseirinho. Essa postura, sobretudo depois da amamentação, ajuda a digestão.
Evite:
• Berço não é lugar de brincar, ficar de castigo ou comer. Bebês devem associar o berço apenas à hora de dormir.
• Evite fazer o bebê dormir no colo ou na cama dos pais. Coloque-o acordado no berço e procure acostumá-lo com esse procedimento. Isso faz com que ele não dependa dos pais para pegar no sono e se sinta mais seguro.
• Não saia correndo ao primeiro sinal de que ele acordou. Às vezes, a criança desperta ao mudar de posição ou sonhar. Dê-lhe a chance de aprender sozinho a pegar novamente no sono.
• Não encha o berço com brinquedos, travesseiros ou cobertores que possam sufocar o bebê.
• O quarto não pode ter exageros na decoração e deve ser relativamente isolado de ambientes sociais, como a sala de TV ou jantar.

Curiosidade: Quando o bebê ainda está no útero, o movimento de andar da mãe o embala para dormir. Sendo assim, o recém-nascido ainda adora ser balançado e embalado. Envolver o bebê com cobertas o fará se sentir “em casa”. Muitos bebês também gostam de música.

Retirado do site: institutodosono.com.br