Arquivo | Adoção RSS feed for this section

Pegamos a estrada!

16 maio

 

Kewber nem dormiu, eu dirigi mais da metade do caminho quando já estávamos próximos ao destino, Kewber assumiu a direção e eu fui tomar café até porque saímos bem cedo tipo 6 da manha!

Chegamos ao nosso destino, e pasmem! Chegamos primeiro que todos, pela primeira vez chegamos adiantados O.M.G.! Esperamos, elas chegaram, batemos um papo no ponto de encontro mesmo e descemos ao nosso destino, conversar com as responsáveis pelo abrigo e conhecer ….. 

Joshua fez a festa com a garotada, super bem recebido, amável e brincalhão encantou as meninas, que por elas ele não pararia de brincar em um unico momento.

Conhecemos um outro casal, e pela minha avaliação… estou revirando os olhinhos, e K. como bom leitor já sabe o que eu penso, sabe a sintonia perfeita? Sou eu e ele, nem precisamos falar, só olhar, já se sabe tudo! O que é perfeito para quase todos os momentos.

E no final de tudo eu vi o boto cor de rosa! Eu sempre estou certinha em sempre tentar arriscar o que não é fácil, o que pode ser mais complicado, e mais louco mas eu estava certa e vi o boto rosa!

E tomando as palavras que JK foi proibido de dizer por se tratar de um jargão  chato, só posso dizer 

TOMOU!  ;P 

 

Agora, não depende mais de nós, fizemos nossa parte, amamos, e fomos amados! Teve sintonia, vamos seguir pela parte difícil, a espera e as chances do conjunto.

 

Vago simples e verídico. 

Anúncios

Meu telefone tocou!

3 maio

Sabe quando digo, meu telefone tocou quer dizer que ele  não estava quebrado, ou que esta funcionando… Vamos melhorar, a fila ANDA! Sim, esta fila esta andando!

Hoje recebemos uma ligação da Vara da infancia e juventude de Pernambuco, encontraram  crianças (duas gemeas) que estão dentro do nosso perfil, e estão destituidas.

Porem, sim, tudo tem um Porem!

O nosso é a distancia, como seria feito a aproximação, ja que nao temos como esta toda semana em pernambuco,  por questoes finaceiras, trabalhistas e familiaras. Então estamos vendo como pederiamos fazer, para que esta aproximação seja boa para ambas as partes…..

Logo teremos novidades!!!

 

O desenvolvimento humano

9 jun

Serio que sai super assustada desse curso! Oo.

Ao Chegar, nos passaram uma tarefinha, descrever algo marcante de acordo com as seguintes faixas etarias:

0 a 4 anos – 5 a 8 anos -9 as 12 anos -13 a 21 anos.

As minhas historinhas:

0 a 4 anos: colar chiclete no meu cabelo, brincar com as amigas de cortar o proprio cabelo com tesoura de picotar.

5 a 8 anos : soltar pipa,  meu pai sair do hospital para ficar em casa comigo.(no meu aniversario).

9 as 12 anos : ir para o trabalho com meu pai.

13 a 21 anos: mudar de escola, viajar sem meus pais, namorar, noivar e casar.

Quando o pessoal começou a contar historias de violência infantil e contra a criança  fiquei chocada! E aquela coisa que sabemos que existe mas não faz parte do nosso mundo! foi bem isso mesmo!

Eh que lindo aprender a nadar taca o menino dentro do lago e deixa ele fazer o serviço, pra mim isso é violência contra a criança e não é nada engraçado e por a vida de uma criança em risco!

Crianças batendo em outras, ameaçando com facadas, com batendo com a vassoura, sério mesmo? Oo.

Tendo em vista  a criação da maioria dos pretendentes e que eu apoio ainda mais a lei da palmada, não quer dizer que a lei vá ser aplicada a 100% dos brasileiro, mas a sua grande maioria, que utiliza de violência física e psicológica para amedrontar uma criança a qual deveria dar amor e proteção !

Não vou ser hipócrita e dizer que nunca briguei na escola ou coisa do tipo, mas nunca ameacei alguém com uma arma branca, crianças podem ser animais cruéis e cabe aos pais os formarem como pessoas dignas.

Vendo algumas coisas me calo para não deixar as pessoas constrangidas, o que marcou minha infância foram coisas boas e ruins dentro do meu lado ruim, não do lado ruim da maioria como vi.

Sim, já apanhei do meu pai apenas duas vezes, ele não precisava me bater para me castigar, o ar de desapontamento conta muito mais, o saber que você poderia não ter feito algo, e olha que minhas coisas sempre foram hiper master bobinhas.

1. Chupei chiclete, meu pai tinha pavor a chiclete me rendeu um tapinha na boca.

2. deixei um saco de leite na rua porque minha mãe estava conversando com um homem e não queria levar o leite gelado e eu estava com uma bicilheta e o leite fritando no sol, então avisei que iria deixar e fui embora. PS> Eu avisei! Porque ninguém leva criança a serio?

As doenças do meu pai, entre tantas idas e vindas aos hospitais, isto não me marcou fazia mais parte do cotidiano do que algo que me marcasse . Ganhar uma bicicleta também não eu tive  4 bicicletas a vida toda então foi bem tranquilo.

Humm, juntar dinheiro para comprar uma barbie que eu queria, e quando entregar o dinheiro pra minha mãe ela voltar com outra que eu não queria porem mais cara do que a desejada.

Aspectos jurídicos da adoção

3 jun

Quem pode adotar?

Maiores de 18 anos.

E preciso ter uma diferença de 16 anos entre o adotante e o adotado.

Não tem limitação de idade, você pode adotar um ate 18 anos incompletos, depois disto tambem pode porem não seria na mesma vara de criança e adolescente!

Pode ser casado, solteiro, viúvo e casais homoafetivos. (nada disso é problema!).

O que nos foi pedido :

-Certidão civil e Criminal.

– Xerox autenticada – RG , CPF, comprovante de residencia.

– Xerox autenticada – comprovante de renda.

– Xerox autenticada – Atestado físico e mental.

 

Como não sou Expert deixo um link que li e gostei.

http://www.jurisway.org.br/v2/dhall.asp?id_dh=128

 

O porque da Adoção?

3 jun

Essa pergunta tão objetiva poderia ter enumeras respostas, mas para mim vamos deixar o lado racional de lado e usar o subjetivo.(por enquanto).

O encontro, o amor, o respeito o carinho a construção dos laços, e agarrar o palpável é alimentar o amor nunca vista e querido.

E querer o que se quer!

Por que você precisa, de algo que está por ai, e ainda não foi encontrado.  E dar o que você tem como qualquer outra mãe.

A germinação, fora do seu corpo, sentir as dores, que o tempo causou e curar com amor.

Por que amar? Algo tão pequeno ou grande.

Algo que seu coração acha o certo!

 

Eu quero Adotar porque o Amo e não o (A) conheço.

Por que acredito, sem precisar abrir os olhos.

Por que sinto sem tocar.

E espero a hora.

 

Amo Minha família e sinto que ela pode ter mais um novo amor, e crescer.

 

Por logica eu responderia, sim podemos ter outros filhos, mas porque ser egoísta em gerar se podemos dar os mesmos cuidados e amor a algo que já existe e que precisa conhecer o que e ter uma família e nos encantar com sua chegada?

 

 

Plano de curso.

2 jun

Estamos fazendo um curso preparatório no GEAD-jp. no conselho tutelar norte.

Quem acompanhou o JK até hoje sabe como nos dedicamos as informações, e agora estamos em um novo caminho para a maternidade e paternidade.

 

17/05 – O porque da adoção.

24/05 – Os aspectos legais

25/05 – Tendas na praia – apoio a adoção no dia nacional da adoção.

31/05 – A criança sonhada e a criança possível.

07/06  – O desenvolvimento humano

14/06 – Filiação adotiva.

21/06 – /a historia da família.

 

Hoje é 02/06 e já tivemos 3 encontros, esses próximos dias vou procurar postar tudo o que aconteceu e fizemos nos encontros, afinal voltamos a ser tentantes. :D. agora com o nome de Pretendentes.